10/09/2010

Maranhos à mesa - Uma tradição Beirã


A RECEITA

Dicas para a confecção: Depois de bem lavado, corta-se um bucho grande em bocados que se cosem com a agulha e linha dando-lhe a forma de sacos. Cortam-se em bocados a carne, o presunto e o chouriço, pisam-se os... alhos com sal e juntam-se às carnes. Adiciona-se vinho branco, azeite, arroz lavado cru, salsa e hortelã. Mistura-se tudo e deita-se o preparado nos sacos, sem os encher completamente. Fecha-se a abertura, cosendo-os com a agulha e linha. Introduzem-se os maranhos em água abundante a ferver e temperada com sal e hortelã e deixam-se cozer.
INGREDIENTES : Arroz, Azeite, Bucho de carneiro ou enchidos, Chouriço, Hortelã, Perna de carneiro ou chibato, Presunto, Vinho branco, Sal

Afigura-se-nos que o aparecimento do maranho, enchido característico dos Concelhos de Proença-a-Nova, e Sertã esteja relacionado com o facto desta zona do pinhal ser, por excelência, zona de caprinicultura.

O maranho, como se pode deduzir da receita, é dos enchidos mais ricos, pois leva a melhor carne do cabrito ou da cabra, o melhor do porco - presunto e chouriço magro, a que se junta o arroz e a hortelã, que lhe dá um aroma e gosto característico.

A designação de maranhos está relacionada como facto de todos os ingredientes serem colocados dentro de um saco de pele, feito a partir do estômago das cabras, a que depois de bem lavado, se dá a forma mais ou menos semelhante à dos paios (enchido de carne magra).

Este enchido, antigamente era servido apenas em alturas festivas, como na festa Anual do Padroeiro as Aldeia ou nos casamentos mais "ricos". Assim, na ementa tradicional, o maranho enriquecia o cozido, onde imperavam as couves de repolho ou tronchudas da horta.